Os ruivos de Beatriz

 

 

Ana Beatriz movime-- “Só Beatriz”, ela insiste. Perdão. Recomecemos: Beatriz movimenta a cena alternativa do teatro alternativo. Imersões, meditações, reflexões, expressões: a arte escapa pelos poros de Beatriz. Ainda assim, permanecia rasa. Afogada na sua superficialidade como um homem de 2 metros que se debate em uma piscina de plástico de poucos centímetros.

 

Certa vez, quando ainda se permitia chamar de Ana Beatriz, tomou seu próprio vômito em cena, no que considera um dos espetáculos mais marcantes da sua jovem trajetória artística. Ela me conta hoje rindo, soberba, jurando ter superado o momento inicial da sua carreira, aquele em que “a gente topa de tudo”. Sabe?! 

 

Beatriz começa toda e qualquer frase falando de si. Beatriz era um acúmulo de equívocos. Beatriz não estava em decadência, mas era decadente. Daquelas decadências que transbordam até congelar a espinha nos mais sóbrios. “Sóbrios...” ela me interrompe debochada, analisando o estado mais inútil da condição humana – a sobriedade. Em seguida, deixa escapar entre os dentes amarelados uma risada escandalosa e mexe calculadamente nos cabelos ruivos. Um ruivo não dos alaranjados que trazem a nostalgia das capas de discos indie – Beatriz me interrompe novamente para avisar que odeia a palavra indie. Pois bem, os cabelos ruivos de Beatriz eram um ruivo agressivo, desses ruivos vermelhos que sangram até arrebatar olhar e alma...

 

...“e colorem cidades cinzas”, ela completa.   

 

 

 

 

 

 

 

 

M18M: Por quais mares já navegou? 

 

Marina Meira: Marina Meira é autora e roteirista. Seu primeiro conto foi publicado no livro "Contos de Todos Nós" (HAMA Editora), em 2009. É coautora da peça teatral “Memórias de tecido para amores de sofá”, contemplada pelo edital SECULT – ES 2012. Ao longo de 2014, assinou a coluna "Colete Salva-Vidas" no Zine Online Dilúvio. Cofundadora do núcleo de roteiristas Maquinário Narrativo, um dos primeiros empreendimentos voltados exclusivamente para a elaboração de roteiros no Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Projeto SAMAMBAIA © Todos os direitos reservados. São Paulo / Brasil. 2017.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now